SOL

Y SOMBRA

 

ENCENAÇÃO

 

RUI MADEIRA

[1998]

 DE

FEDERICO GARCIA LORCA

SOL Y SOMBRA

Sol y Sombra (1998)

Comemoração do 1º centenário do nascimento de Lorca, a partir de pequenos textos do “teatro infasible”:

Dragão;

Pousada;

Sonhos da minha prima Aurélia;

Quimera;

Passeio de Buster Keaton;

O tenente Coronel da Guarda Civil;

Drama Fotográfico e Poeta em Nova Yorque

Da sua Andaluzia branca e trágica ao mais negro de Nova Yorque, do sol da sua infância à sombra e Harlém e da sua própria morte

Sol e Sombra: a ideia que vai da lide tensa e perigosa do toureiro frente ao touro, ao silêncio e solidão do grito trágico das mulheres Lorquianas… O Sol e a claridade de uma memória campesina numa qualquer fiesta flamenca e a Sombra e o escuro, na alegria agreste da cerveja que escorre, em qualquer bar nova-iorquino, pela garganta de marinheiros, ao som rouco do jazz…

 

Rui Madeira

  • Branca Ícone Vimeo
  • Branca Ícone Instagram
  • w-facebook