O MORGADO DE FAFE

EM LISBOA

 ENCENAÇÃO

 

RUI MADEIRA

[1994]

 DE

CAMILO CASTELO BRANCO

 

O MORGADO DE FAFE EM LISBOA

O Morgado de Fafe em Lisboa (1861)

Um espectáculo que divirta. Considerar o texto de Camilo como uma forte crítica aos “costumes” da capital. Considerar a personagem central do Morgado como representante daquilo que a província (ainda) tem de melhor: a frontalidade, o bom senso prático, a capacidade de “ainda” se poder rir quando tem vontade e de dizer “não” quando é o caso. Este Morgado não é o provincianos “agalegado” bruto e t5acanho, arrivista e desbocado, mas alguém que não está habituado ao “maneirismo bacoco e barroco” do viver da capital…

 

Rui Madeira

  • Branca Ícone Vimeo
  • Branca Ícone Instagram
  • w-facebook