HISTÓRIA

DO CERCO DE LISBOA


ENCENAÇÃO 

IGNÁCIO GARCIA

[2011]

 A PARTIR DE

 

JOSÉ SARAMAGO

 

HISTÓRIA DO CERCO DE LISBOA

História do Cerco de Lisboa (1989)

A capacidade de dizer “não” é um dos temas abordados por Camus no seu Homem Revoltado. E colocar um “não” onde estava escrito um “sim” é o que faz Raimundo Silva, o revisor que protagoniza a “História do Cerco de Lisboa”. Só que a afirmação (pela negação) desta personagem saramaguiana servirá de ponto de partida para a criação: no caso, a escrita de uma “História do Cerco de Lisboa” na qual os cruzados “não” auxiliem D. Afonso Henriques na conquista da cidade. E deste “não” surgirá também uma história de amor, entre o revisor e a directora literária Maria Sara – plasmada, de certo modo, nas personagens do soldado Mogueime e da barregã Ouroana. A adaptação de José Gabriel Antuñano vai ao encontro (e vai além) do tema central do romance de Saramago: a fronteira entre a realidade e a ficção, bem como a redenção pelo amor.

  • Branca Ícone Vimeo
  • Branca Ícone Instagram
  • w-facebook