ANTÓNIO JORGE

 

 

 

 

 

 

 

Actor, encenador, cenógrafo, artista plástico. Iniciou a actividade teatral no TEUC-1987. Membro fundador d'A ESCOLA DA NOITE (Coimbra), onde trabalhou entre 1992 e 2010 nas áreas da actuação, encenação, cenografia, adereços, formação e montagem. Como actor participou em praticamente todos os espectáculos dessa companhia em encenações de António Augusto Barros, Rogério de Carvalho, Ricardo Pais, Nuno Carinhas, Pierre Voltz, Konrad Zschiedrich, José Caldas e Rui Madeira, entre outros. Encenou, entre outros espectáculos, Amado Monstro de J. Tomeo, Prometeu 06 (textos de Ésquilo, Kafka e Müller), Bonecos & Farelos, de Gil Vicente e 700 Máscaras à procura de um rosto ou Um Artista da Fome (instalação com máscaras suas e texto de F. Kafka). Criou cenografias para espectáculos de A. A. Barros, P. Voltz e Sílvia Brito, entre outros. Desde 1997 desenvolve um trabalho sistemático de criação/construção de máscaras e outros objectos, reunindo um acervo de mais de mil peças tendo recebido o 2º lugar do Prémio Nacional de Artesanato Contemporâneo FIA-2013. Em 2011 criou, com Sílvia Brito, o projecto de criação, formação e programação artística RAZÕES POÉTICAS - ASSOCIAÇÃO INFORMAL DE ARTES onde desenvolveu actividade enquanto encenador e formador na área do teatro e das artes plásticas. Em 2012 foi docente na Escola Profissional de Artes Circenses do CHAPITÔ onde leccionou várias disciplinas no Curso de Interpretação e no Curso de Ofícios. Desde 2012 que colabora regularmente com a CTB-COMPANHIA DE TEATRO DE BRAGA onde integrou os elencos da Trilogia Oresteia, de Ésquilo (encenação de Rui Madeira), Sabe Deus Pintar o Diabo, de Abel Neves (encenação de Rui Madeira), Em Pessoa (encenação de Sílvia Brito), Os Músicos de Bremen (encenação de José Caldas), A Máquina do Mundo (encenação de Alexej Shipenko), Oratória do Vento (encenação de Rui Madeira), Justiça (encenação de Rui Madeira), Amor de Perdição (encenação de Sílvia Brito), A Criatura (encenação de Lelio Lecis) e As Troianas (encenação de Rui Madeira). Na CTB desenvolve também actividades de formação de públicos através da prática artística nas áreas de adereços e máscaras.

  • Branca Ícone Vimeo
  • Branca Ícone Instagram
  • w-facebook